EuSim Level 1

 

Introdução

A introdução da simulação no ensino e treino de profissionais de saúde implica uma adaptação da metodologia de ensino e a aquisição de novas competências pedagógicas e técnicas. Sendo a simulação clínica uma área ainda emergente, os atuais profissionais de saúde não se encontram preparados para assegurar todos os aspetos que a envolvem. Deste modo torna-se imperativo a formação dos instrutores que irão desenvolver e manter as aulas e cursos de simulação.

A formalização desta formação tem vindo a ser desenvolvida pelo EuSim (Grupo europeu de instrutores em simulação, do qual ambos os docentes deste curso fazem parte) de modo a garantir uma aprendizagem rápida e eficiente por parte dos novos instrutores, fornecendo-lhes as ferramentas adequadas para desenvolverem os seus próprios cursos de simulação.

Desde 2015, que a FMUP através do CSB promove a formação de instrutores em simulação clínica, seguindo a filosofia e recomendações do grupo EUSIM.

Este curso está creditado com 2,5 ECTS pela Universidade do Porto. Adicionalmente, um certificado de participação será emitido pelo EuSim.

 

Objetivos

Ser um instrutor de simulação clínica é uma tarefa complexa e dinâmica devido aos diferentes papéis que este tem de desempenhar ao longo do desenvolvimento, implementação e aplicação de um curso baseado em simulação. Este curso está direcionado para profissionais de saúde que usam a simulação clínica como método pedagógico e pretendam potenciar a aprendizagem e a transferência de conhecimentos/competências.

Os objetivos desta formação são:

  • Compreender conceitos relevantes da cultura de segurança do doente, gestão de eventos críticos e debriefing.
  • Adquirir conhecimentos e competências básicas para organizar um curso de simulação, nas suas diversas fases.
  • Compreender os diversos papéis a desempenhar durante um curso de simulação.
  • Experienciar o papel de formador e de formando.

 

No final desta formação os formandos serão capazes de:

  • Reconhecer e aplicar as diversas ferramentas usadas na simulação biomédica.
  • Compreender a importância da simulação biomédica no treino e aquisição de competências técnicas e não-técnicas.
  • Desenhar e implementar cursos baseados em simulação, incluindo a definição dos objetivos pedagógicos, público-alvo, cenários de simulação, entre outros.
  • Aplicar técnicas básicas de prática reflexiva (debriefing) orientando as discussões como facilitador.

 

Candidaturas On-line

1ª edição: 12 a 30 de novembro de 2018

2ª edição: 01 a 22 de abril de 2019

 

Realização do curso

1ª edição: 23 a 25 de janeiro de 2019

2ª edição: 03 a 05 de julho de 2019

 

Condições

Número de participantes: Mín: 6 / Máx: 12

Inscrição: 350€+2€ (seguro escolar)

O valor de inscrição inclui material pedagógico, coffee breaks (3 dias), almoços (2 dias) e certificado EUSIM.

O curso só se realiza mediante o número mínimo de inscritos. Se o número mínimo de inscritos não for atingido, os participantes serão notificados e, caso o pagamento da inscrição já tenha sido efetuado, serão reembolsados.

 

Horário

Dia 1: 14h00 -19h00

Dia 2: 9h30 - 19h00

Dia 3: 9h30 - 19h00

 

Local Centro de Simulação Biomédica

 

Material Pedagógico

Será fornecido suporte pedagógico sobre os conteúdos teóricos abordados, incluindo publicações científicas relevantes aos temas.

Responsável Pedagógico

Carla Sá Couto, PhD
Doutorada em Engenharia Biomédica, especialização em Simulação Clínica
Formadora de Instrutores em Simulação e Representante Português do Grupo EUSIM
Diretora e Prof. Afiliada do Centro de Simulação Biomédica da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP)
Investigadora no Centro de Investigação em Novas Tecnologias e Sistemas de Informação para a Saúde (CINTESIS)
Presidente a Comissão Científica da Sociedade Europeia de Simulação Aplicada à Medicina (SESAM)

 

Formadores

  • Carla Sá Couto, PhD
  • Elizabete Loureiro, PhD

Formadores certificados pelo Grupo EUSIM